Jornal 12h, edição de 09 de Novembro de 2023

Destaques:

MINISTRO DA ENERGIA E ÁGUAS DENUNCIA EXISTENCIA DE GRUPOS ORGANIZADOS QUE ROUBAM E VANDALIZAM EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS;

– GOVERNO PEDE CALMA ÀS CENTRAIS SINDICAIS, QUE PRETENDEM CONVOCAR GREVE GERAL A PARTIR DE DEZEMBRO;

– ACONTECEM AMANHÃ OS EXAMES DE ACESSO PARA O NOVO CONCURSO PÚBLICO DA EDUCAÇÃO;

– PRESIDENTE DE PORTUGAL OUVE HOJE O CONSELHO DE ESTADO. SOLUÇÕES PARA ULTRAPASSAR A ACTUAL CRISE POLÍTICA EM CIMA DA MESA. 

JINGLE MIX 

Jornal ao meio dia, quinta-feira, 9 de Novembro de 2023. Coordenação de Alves Fernandes, técnica de Lourenço Kalunga e Edmundo Simões, edição de Zacarias Congo.   

JINGLE MV

O Ministro da energia e águas denuncia existência de grupos organizados que roubam e vandalizam equipamentos elétricos.

Em entrevista à Televisão Pública de Angola, o ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, falou com preocupação da vandalização de equipamentos elétricos.

JOÃO BAPTISTA BORGES NOVO

Esta quarta-feira, actos de vandalismo provocaram, a queda de uma torre de alta de tensão, afecta à linha de transporte de electricidade Lucala-Viana. O ministro da Energia e Águas pede maior envolvimento da população, para que situações do género não voltem a ser registadas. 

JOÃO BAPTISTA BORGES – 01’ 35’’ 12H 091123

Ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, em entrevista à Televisão Pública de Angola, e os actos de vandalismo aos equipamentos elétricos. 

É já amanhã que vai ser inaugurado o novo Aeroporto Inernacional Dr. António Agostinho Neto, num clima de grande expectativa e alguma polémica. 

Numa primeira fase, o novo aeroporto vai operar apenas cargas até aos primeiros três meses de 2024, tal como fez saber o coordenador do Gabinete Operacional do novo Aeroporto Internacional, José Paulo Nóbrega.

JOSÉ PAULO NÓBREGA – 01′ 08” 12H 091123

José Paulo Nóbrega, coordenador do Gabinete Operacional do novo Aeroporto Internacional Dr. António Agostinho Neto, que será inaugurado nesta sexta-feira.

Os voos domésticos devem ter início apenas a partir de Março do próximo ano, ao passo que os voos internacionais estão previstos para no terceiro trimestre do mesmo ano.

O ministro de Estado para a Coordenação Económica pede calma às centrais sindicais angolanas, que predentem avançar para uma greve geral a partir de Dezembro próximo.

José de Lima Massano, que falava aos jornalistas, esta quarta-feira, no final do encontro que manteve com a Associação da Indústria Têxtil e de Confecções de Angola, realizado em Luanda, garantiu que o governo vai continuar a pautar pelo diálogo, na busca de soluções para os principais problemas do país.

JOSÉ DE LIMA MASSANO – 23’’ 12H 091123

Ministro de Estado para a Coordenação Económica, José de Lima Massano. 

Em reação, a CGSILA, Central Geral dos Sindicatos Independentes e Livres de Angola, considera que a resposta do executivo não pode ser feita por meio de discursos e entrevistas, apelando ao cumprimento dos pressupostos legais.

O secretário-geral da CGSILA, Francisco Jacinto, adianta que as centrais sindicais vão voltar a reunir-se no próximo dia 5 de Dezembro, para discutirem sobre a convocação da greve geral.

FRANCISCO JACINTO – 02′ 18” 12H 091123

Apesar da falta de uma resposta, até ao momento, do caderno revindicativo apresentado, os movimentos sindicais não se fecham ao diálogo com o governo, tal como confirmou à MFM o presidente da FORÇA SINDICAL, Cléofas Venâncio.

CLEOFAS VENÂNCIO – 01′ 53” 12H 091123

Cléofas Venâncio, presidente da FORÇA SINDICAL, organização que controla 36 sindicatos, entre associações de taxistas, mototaxistas e vendedores ambulantes.

PONTO

Acontecem amanhã em todo o país os exames de acesso para o novo concurso público da Educação, que prevê a admissão de 11 mil professores. 

No entanto, este novo concurso público para provimento de vagas no sector de educação deve iniciar viciado à partida. 

A denúncia é da Federação dos Sindicatos da Educação, Cultura, Desporto e Comunicação Social de Angola. O secretário nacional para os assuntos jurídicos e laborais da referida organização sindical, Zacarias Jeremias, que diz ter identificado problemas na distribuição por províncias dos professores que poderão aceder ao concurso;

ZACRAIAS JEREMIAS – 02’ 00’’ 12H 091123 

Zacarias Jeremias, secretário nacional para os assuntos jurídicos e laborais da Federação dos Sindicatos da Educação, Cultura, Desporto e Comunicação Social de Angola.

Acontecem amanhã em todo o país os exames de acesso para o novo concurso público da Educação.

PONTO

A província do Bengo está sem novos projectos para o exercício económico 2023/2024. A situação foi analisada em Caxito pelo governo local e os deputados do circulo provincial.

Segundo o director de Estudos, Planeamento e Estatística daquela província, Belarmino Mateus, maior parte do bolo previsto será gasto no pagamento do pessoal e apenas 16% serão destinados à conclusão dos projectos públicos.

BELARMINO MATEUS – 01′ 12” 12H 0911231

Já o deputado João Mpilamossi Domingos, coordenador provincial do núcleo de deputados no Bengo, disse que a situação é compreensível.

JOÃO MPILAMOSSI DOMINGOS – 30’’ 12H 091123

Por sua vez, a governadora do Bengo, Maria Antónia Nelumba, afirma que apesar da situação o governo vai procurar cumprir com as metas definidas. 

MARIA NELUMBA – 46” 12H 091123

Governadora do Bengo, Maria Antónia Nelumba.

PONTO

O sociólogo e professor moçambicano, Elísio Macamo disse à MFM que pode haver espaço para uma oposição forte em Angola, apesar do contexto actual. 

O convidado ao espaço de grande entrevista da MFM “A ULTIMA PALAVRA” fala da necessidade de haver mais firmeza na oposição angolana e de se pensar nas eleições autárquicas;

MACANO 1 MPLA  – 02’ 16’’ 12H 091123

Elísio Macamo, que é sociólogo e professor do Centro de Estudos Africanos da Universidade de Basileia, Suíça, falou ainda sobre o combate a corrupção em Angola, que a seu ver têm dinâmicas próprias, mas que vai lenta;

MACAMO CORRUPÇÃO 2 – 02’ 16’’ 12H 091123

O Elísio Macamo, sociólogo e professor moçambicano, convidado da edição de hoje do programa “A ULTIMA PALAVRA”.

O estimado ouvinte vai acompanhar a reposição da grande entrevista da MFM, logo mais, às 20h.

Os bispos católicos de Angola e São Tomé apresentaram hoje, em nota pastoral, a sua posição sobre a actual realidade social das populações no país.

A corrupção no país foi um dos assuntos mencionados pelos bispos, como podemos ouvir na voz do secretário-geral da CEAST, Dom Maurício Camuto.

DOM CAMUTO NOVO

Aqui o essencial da nota pastoral dos bispos católicos de Angola e São Tomé, apresentada há instantes, durante o segundo e último dia de trabalhos do Conselho Permanente da CEAST.

PONTO ECONOMIA

O Ministério da Economia e Planeamento realizou um debate, em Luanda, sob o lema “O Capital Humano como factor decisivo para o desenvolvimento do país”.  

O encontro em parceria com a Revista Economia & Mercado abordou o impacto das reformas macro-económicas no âmbito da II Edição do Angola Economic Outlook 2023, que decorreu ontem em Luanda. 

Esta II edição do evento aconteceu seis meses depois da I edição que debateu o tema “Da recuperação económica ao desenvolvimento sustentável”.

O debate incluiu mesas redondas que analisaram “A promoção do capital humano e segurança alimentar, no âmbito do PDN 2023-2027” e “O papel da indústria transformadora e construção civil na dinamização da economia”.

Um dos animadores dos debates foi o analista, Carlos Rosado de Carvalho, que apontou que as perspectivas de desenvolvimento económico de Angola mostram-se fracas devido a vários factores, entre eles o petróleo;

CARLOS ROSADO DE CARVALHO 12H OUTLOOK 

Analista MFM, Carlos Rosado de Carvalho. 

As discussões de ontem passsram por vários países. 

Com a presença de decisores públicos, gestores de empresas privadas, académicos e especialistas nacionais e internacionais, que projectam dados relevantes para os sectores especialmente críticos em matéria de desenvolvimento do capital humano e de dinamização do crescimento económico sustentável.

PONTO DESPORTO

A Confederação Africana e a Federação Internacional de Artes Marcias Mistas, nomearam o angolano Armando Carlos Diogo para o cargo de Director de MMA no continente africano. 

O também presidente da federação angolana de Artes Marcias Mistas foi escolhido para criar projectos de massificação da modalidade no continente africano, um reflexo do trabalho que tem vindo a fazer em Angola. 

RD-ARMANDO DIOGO-PARTE 1. 

A confederação africana e a federação internacional de Artes Marcias Mistas, nomearam o angolano Armando Carlos Diogo para o cargo de Director de MMA no continente africano.

PONTO INTERNACIONAL

O Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, vai ouvir hoje o Conselho de Estado, dois dias depois da demissão apresentada pelo primeiro-ministro, António Costa.

A reunião do Conselho de Estado decorre depois de Marcelo Rebelo de Sousa ter ouvido os oito partidos representados na Assembleia da República, esta quarta-feira.

Está previsto que o Presidente de Portugal fale ao país imediatamente a seguir à reunião que começa às 15h00, uma comunicação em que poderá anunciar a eventual dissolução do parlamento e a convocação de eleições legislativas antecipadas.

António Costa é alvo de uma investigação do Ministério Público no Supremo Tribunal de Justiça, após suspeitos num processo sobre negócios de lítio e hidrogénio terem invocado o seu nome como tendo intervindo para desbloquear procedimentos nos projetos investigados, mas o primeiro-ministro recusou a prática “de qualquer ato ilícito ou censurável” e manifestou total disponibilidade para colaborar com a justiça “em tudo o que entenda necessário”.

Na investigação aos negócios do lítio e hidrogénio verde, segundo a Procuradoria-Geral da República, podem estar em causa os crimes de prevaricação, de corrupção ativa e passiva de titular de cargo político e de tráfico de influência.

Data de Emissão: 09-11-2023 às 12:00
Género(s): Noticiário
 
PARTICIPANTES
PUB RADIO PLAY

Relacionados