Vector, Edição de 11 de Agosto 2021

Contabilidade nas Pequenas e Médias Empresas

com:

Cristina Silvestre, Contabilista e Fiscal

Augusto Fernandes Consultor

Data de Emissão: 11-08-2022 às 10:00
Género(s): Debate
Tópicos(s): Economia no Uige
Vector, edição de 30 de Junho de 2022

FILDA, feira internacional de Luanda, 37.a edição que se realiza de 12 a 16 de julho na zona económica especial Luanda-Bengo, sob o lema: ‘tecnologias disruptivas como factor de desenvolvimento económico’, foi o tema do programa Vector de hoje, 30 de junho.

Data de Emissão: 30-06-2022 às 10:00
Género(s): ComentárioDebateEntrevistaOpinião
 
Edição de 16 de Junho de 2022
 

Produção e industrialização do café em Angola.

Francisca Fortes-presidente da FEMEA, Federação das Mulheres Empreendedoras de Angola

José Manuel João-Delegado da AIA no Uige

Ernesto Gonçalves-Economista e Agricultor na província do Bengo

João Ferreira-Empresário e presidente da Associação de Café, Cacau e Palmar de Angola

Erneto Cirilo-Pertence a Empresa Cabenda, companhia Agricola e comercial do Bengo

Data de Emissão: 16-06-2022 às 10:00
Género(s): EntrevistaMusical
 
Edição de 02 de Junho de 2022
 

Recolha e reciclagem dos resíduos sólidos(plásticos).

Convidados: engenheira Patrício Carvalho-grupo Gmst, proprietária da fábrica ‘Angola Recicla’ da zona económica cespecial-Luanda-Bengo;

Ndangi Lumbo-auxiliar dos recursos humanos da empresa ‘Soge Plástico’;

Alcino Sacumuige-coordenador técnico e comercial da empresa Fibrex.

Data de Emissão: 02-06-2022 às 10:00
Género(s): EntrevistaMusical
 
Edição de 26 de Maio de 2022
 

Questões habituais: Rezidos e Reciclagem.

Augusto Francisco colaborar da Solemag, empresa de consultoria e prestação de serviços

Maria Francisco-Dir. Do ambiente segurança e higiene da Siderúrgica Fabrimetal

Cláudia pedro-Dir. do gabinete jurídico da Agencia nacional de rezidos

Carlos Alves-PCA DA EMPRESA DE EMBALAGENS ZEEPAC

Data de Emissão: 26-05-2022 às 10:00
Género(s): ComentárioEntrevistaMusical
 
Edição de 12 de Maio de 2022
 

A cultura e industrialização da mandioca.

Convidado em estúdio, Noe Cavemba-Agricultor em Cangandala, Malange.

Data de Emissão: 12-05-2022 às 10:00
Género(s): DebateEntrevistaMusical
 
Edição de 05 de Maio de 2022
 

Reposição do programa de 10 de Março, onde se falou sobre a futura apresentação em junho em formato híbrido em Luanda(presencial) da plataforma digital de negócios ‘Angola Invest Group’, oriundo da sociedade civil angolana e presidido por Luís Paulino dos Santos, antigo governador da província do Bié. A plataforma está ao serviço da facilitação de contactos entre investidores estrangeiros e nacionais interessados em investir na economia angolana.

Data de Emissão: 05-05-2022 às 10:00
Género(s): DebateEntrevistaMusical
 
Edição de 21 de Abril de 2022
 

Tema: A Arbitragem em Angola Pós-Covid 19

Com convidados,

Denilson António-Advogado 

André Mingas-Advogado e Docente Universitário

Data de Emissão: 21-04-2022 às 10:00
Género(s): EntrevistaMusical
 
Edição de 07 de Abril de 2022
 

Hoje com o tema: O mercado Imobiliário

Data de Emissão: 07-04-2022 às 10:00
Género(s): DebateEntrevistaMusical
 
Edição de 31 de Março de 2022
 

Edição última do mês de Março com o tema: A industria das Carnes na região Sul. Teremos em estúdio os convidados, Paulo Rocha-Director Geral e Neide dos Santos. 

Data de Emissão: 31-03-2022 às 10:00
Género(s): EntrevistaMusical
 
Edição de 17 de Março de 2022
 

Edição com o tema: O Café de Angola. Com os convidados, João ferreira-Presidente da Associação Nacional do Café, cacau e Palmares de Angola (CAFANG),  Ernesto Gonçalves-Economista e produtor de Café e José Canjimba-Cordenador da mesa do café da AIA.

Data de Emissão: 17-03-2022 às 12:00
Género(s): EntrevistaMusical
 
Edição de 10 de Março de 2022
 

Edição de 10 de Março, com o tema: Plataforma do Investidor para Angola. Com os Convidados, Arsénio Bula-Dir. Executivo., Luis Paulino dos Santos-Vive Presidente, João Pinda-Administrador, José Pedro tondela-Camara de Comercio Angola.

Data de Emissão: 10-03-2022 às 10:00
Género(s): DebateEntrevista
 
Edição de 17 de Fevereiro de 2022

tEMA DE HOJE: Fundos, Financiamentos associados ao INAPEM, com Samora Quitumba e Osvaldo Rasgado, Administradores do INAPEM. E pela seguna vez, participa a consultora Valeria Bai.

Data de Emissão: 17-02-2022 às 10:00
Género(s): ComentárioEntrevistaMusical
 
Inovação no Sistema Financeiro
 

Tema: Inovação no Sistema Financeiro.

Neste título estão contidos dois dos elementos essenciais para o sucesso das campanhas agrícolas. que como sabemos são sazonais e por isso deve merecer todo o máximo da atenção dos governantes a imbui-los a acções em tempo justo e se coadunem com o mérito da causa.

Esta que muito nobre. no caso, seja a procura da sustentabilidade alimentar por via da autossuficiência e não pela importação de que o país, por défice ainda muito grande se socorre agora com a importação de cerca de 400 mil toneladas de cereais, se a memória não erra nos números.

Fertilizar a terra e corrigir os solos também deve e muito passar pela substituição de importações naquilo que a própria nossa terra tem! 

Sim, essa uma verdade que não absoluta para a resolução, mas que muito nos conforta já que, fosfatos, os temos até para exportar, calcários e outros correctivos os temos e isso demonstrado num seminário do ministério da tutela, o dos Recursos Minerais; Petróleo e Gás.

Mas por que a terra o tem também pela bosta do gado, por iniciativa de mérito de um empreendedor que resolveu industrializar aquilo que as nossas famílias camponesas sempre fizeram seja adubara terra com a fermentação daquela com capim e vai daí a ter até a honra de receber a visita de uma delegação governamental.

Esta liderada pelo Ministro de Estado da Coordenação Económica a chegar as terras do Longonjo, famosa que foi pela sua indústria cerâmica de tijolo e telha e de bonecos a algo porno- humorísticos, agora já mundialmente conhecida pelas ditas “terra raras” e na província do Huambo.

Como tal apoios já não lhe faltarão, ou melhor mais  apoios já não lhe faltarão e para esclarecer,  a não criar alguma presumível  confusão de ideias, referir tal acção tão promissora de usar esse   processo, sem dúvida a poder crescer,  a unidade tem tido o apoio de um ente estatal para o qual temos vindo a chamar a atenção para ela.

Ele o FACRA _Fundo Activo de Capital de Risco, que entra co capital, como agora proposto pela AIA ao Governo para facilitar a aplicação da Linha de Crédito do Deutsh Bank, que envolta num imbróglio de onde se não conseguia sair, pois as empresas nacionais no grosso delas não têm capacidade financeira para os pagamentos iniciais.

Poderá pensar recorrer-se a dinheiros dos bancos nacionais, mas tal dá medo, pois podem as empresas pôr a casa em risco de arder de tão altos são os juros, estes que gémeos da taxa de inflação, qual gasolina que se ateará em razão do não cumprimento das obrigações assumidas perante os mesmos.

O que aqui se vem dizer muito para se lhe dar muito maior músculo financeiro e mais vigor e fazer dela um autêntico e efectivo factor de desenvolvimento da produção nacional com fluxos financeiros contantes de receita certa e em apoio aos fundos orçamentais que parcos são “saia curta” para tanto que dele necessitam os empresários nacionais.

A respeitar o habitual remate desta rubrica e se é evidente que fertilizar a terra e corrigir os solos, muito também com calcário dolomítico que tanto abunda por cá até para exportar,  como sempre colocamos as questões aos nossos ouvintes, não deve o FACRA- Fundo Activo de Capital de Risco, transformar-se num fundo muito mais forte e interventivo no apoio aos empresários nacionais e com urgência? Sim ou não?

UM MURRO EM CIMA DA MESA

Pela situação que se vive há muitos anos de dissabores por falta de estradas condicentes com os investimentos ali feitos , por falta de água que factor preponderante nos processos industriais e ainda de muitas limitações em termos de energia eléctrica, temos hoje industriais a penar por esta situação que se arrasta a anosa esta parte.

 A olhar os nossos botões começámos por nos questionarmos, se não há soluções para a asfaltagem dessas tão importantes estradas e por sinal muito bem concebidas e até futurísticas. ?  

A resposta é refletiva e a dizer que há sim todas as condições para tal, pois até em terras mais longínquas, estradas e ruas municipais e ainda bem, estão a ser asfaltadas!

A continuar a questionar os nossos botões, mas agora se vivemos num deserto ou se há ou não água disponível para que o líquido-vida ou matéria prima chegue às fábricas, logo os botões se esticam a dize que há sim muita água e ali perto!

A fechar o questionário pergunta-se também aos nossos botões, para lá do assunto da asfaltagem e da água. que devia ser bruta e não água potável, pois esta dá cabo de equipamentos industriais, agora o que sabem eles desta possibilidade de energizar as mesmas unidades com energia da rede?

 Ou se vamos ter de continuar a gramar a compra de gasóleo, ele que mais tarde ou mais cedo, verá seu preço a ser aumentado, pois ninguém se iluda já que tal decisão a ser portante para o bem maior, no caso a economia nacional, ninguém duvide, tal vai acontecer e por isso será melhor, antes prevenir que procurar remediar  

 Sobre esta mala-pata de pôr os industriais de cabelos em pé e circunspectos pelo facto de os terem prometido há anos que tudo seria resolvido, pergunta-se agora por que razão algumas das mais importantes fábricas do pais têm de estar sujeitas a viver num mar de poeira ou de lama conforme a época, seca ou chuvosa, a ter de comprar +agua em cisternas e ou ate de continuar a investir em geradores, sua manutenção e em compras de gasóleo.

Até quando esta situação muito agora depende também de nós industriais para acicatar o Governo a fazer com que estes três grandes problemas da indústria do Polo Industrial de Viana se resolva e isso tem solução por via da Pauta Aduaneira em adequação da economia aos momentos da era pós petróleo.

Nisso e de tão simules que até os nossos botões bateram palmas, basta que todo o importador aceite o desafio de pagar dois por cento de taxa aduaneira sobre todas as importações e que essas receitas sejam aplicadas como financiamento para estas tão grandes obras.

Para que os perseverantes industriais e os senhores dirigentes na sua responsabilidade nos oiçam, mesmo que nesta edição e com a colaboração do BNA, estejamos a falar da economia monetária digital no segmento dos pagamentos e para que em definitivo no Polo Industrial de Viana haja estradas asfaltadas, haja água canalizada e haja energia quanto baste, então aqui vai o vosso “Um murro em cima da mesa”!

 

Convidados:  Valeria Baio, John Heitor, Garcia Paulino, Pedro Castro e Silva

 

Data de Emissão: 10-02-2022 às 10:00
Género(s): DebateEntrevistaInformativo
Tópicos(s): BNALISPAPaga 3
Edição de 02 de Fevereiro de 2022

A Importância das novas tecnologias no processo da transformação económica em Angola

Edição de 27 de Janeiro de 2022

Reposição da Edição passada, com o tema: Proposta de Restruturação do serviço feito em Angola. Convidados, Samora Quitumba-INAPEN, Vicente Soares-Presidente da Camara de Comercio e Industria, Elia Pimentel-Economista, Vice delegada da associação de mulheres Empreendedoras Europa, África e Angola. Com uma curta Homenagem ao Passamento Físico do seu membro ANTÓNIO MADALENO.

Edição de 20 de Janeiro de 2022

Edição com o tema: Proposta de Restruturação do serviço feito em Angola. Convidados, Samora Quitumba-INAPEN, Vicente Soares-Presidente da Camara de Comercio e Industria, Elia Pimentel-Economista, Vice delegada da associação de mulheres Empreendedoras Europa, África e Angola

Data de Emissão: 20-01-2022 às 10:00
Edição de 13 de Janeiro de 2022

Vector de hoje com o tema: Seguros e Mediação, com Silvano Pinto-ARSEG, Joridson Fortes-agente de seguros, Ilson Machado-Agente de Seguros 

Edição de 30 de Dezembro de 2021

Em reposição, iremos ter o tema: Sustentabilidade do Empreendedorismo Agricola com base em Tecnologia 

Data de Emissão: 30-12-2021 às 10:00
Edição de 23 de Dezembro de 2021

Tema de hoje, Mercado Informal em Angola.

Data de Emissão: 23-12-2021 às 10:00
Género(s): EntrevistaMusical
Tópicos(s): AngolaMercado Informal
Edição de 02 de Dezembro de 2021

Tema para a edição de hoje sserá: A Sustentabilidade do Empreenndorismo Agricola com base na Tecnologia

Data de Emissão: 02-12-2021 às 10:00
Edição de 18 de Novembro de 2021

Vector, edição dedicada a FILDA, Com Bruno Albernas – Eventos Arena, e Jorge Correia

Data de Emissão: 18-11-2021 às 10:00
PARTICIPANTES
Vector, Edição de 11 de Novembro 2021

Economia na Província do Uige

Data de Emissão: 11-11-2021 às 10:00
Género(s): Debate
Tópicos(s): Economia no Uige

Relacionados