Debate informativo: A criminalização da transmissão dolosa do VIH-SIDA em Angola

Debate Informativo edição de 18 de Maio de 2024, o espaço de análise dos principais temas que marcaram o território nacional de Angola.

Tema: A criminalização da transmissão dolosa do VIH-SIDA em Angola

Há muito que organizações e individualidades ligadas ao processo de combate ao VIH-SIDA tem vindo a denunciar práticas de contaminação dolosa desta pandemia. Porém, apenas nos últimos anos o assunto ganhou uma outra visibilidade, tendo em conta os números altos de pessoas vivendo, que tem sido apresentados por instituições afins.

A transmissão dolosa, de acordo com as referidas instituições, seria responsável por grandes percentagens desta contaminação. Em 2023, por exemplo, foi noticiado que a transmissão dolosa do VIH-SIDA em Angola estava a aumentar de forma preocupante com uma média de 15 denúncias por dia.

As denúncias diziam também que a prática tem sido verificada em adultos com mais de 50 anos com alguma saúde financeira e bem situados no ponto de vista social. Na altura um comunicado da Rede Angolana das Organizações de Serviços de VIH-SIDA, Tuberculose e Malária (ANASO) referia que o aumento dos números comprometia os esforços da prevenção e combate à pandemia, se não fossem tomadas medidas urgentes.

O documento dizia que as vítimas eram maioritariamente mulheres entre os 15 e 39 anos com dificuldades para satisfação das suas necessidades. No entanto, falava-se igualmente de casos em que homens eram igualmente vítimas, contaminados com o vírus por vingança e má fé.

De acordos com notas publicadas, neste mesmo ano Angola registou 350 mil pessoas com VIH, das quais 190 mil mulheres, apontando em média 21 mil novas infecções por ano e cerca de 13 mil mortes por SIDA em igual período.

Os dados assemelham-se ao facto de apenas 58 por cento das pessoas com VIH em Angola conhecerem o seu estado serológico e apenas 46 por cento delas com vírus submeterem a terapia anti-retroviral.

Em 201, os deputados da assembleia nacional propuseram o aumento da moldura penal para transmissão deliberada do VIH-SIDA e de outras doenças sexualmente transmissíveis. No parlamento, algumas deputadas chegaram a solicitar o agravamento da pena de prisão de 10 a 25 anos para equiparar ao crime de homicídio, que foi apresentado durante o encontro entre membros do governo e parlamentar.

Segundo as deputadas, a proposta do governo era demasiado branda. O Executivo defendia na nova proposta do Código Penal que a transmissão dolosa das doenças sexualmente transmissíveis que tem cura, fossem puníveis com a pena de prisão de até dois anos, enquanto enfermidades como a hepatite e HIV apenas fossem de cinco a dez anos.

A história do nosso país indica a promulgação, em 2004, de uma lei específica que criminaliza as práticas dolosas por VIH. Além disso, existem disposições no código penal de 2019 que podem ser utilizadas para criminalizar o VIH.

Apesar de tudo o grito continua e na ponta final do ano passado por ocasião de do dia mundial de luta contra o SIDA, as informações não manifestavam mudanças do ponto de vista positivo e em relação ao assunto da implementação, incremento das penas ao cumprimento e a responsabilização são os assuntos que devemos tratar aqui hoje e mais um debate informativo na rádio de confiança.

 

Os convidados para esta edição do Debate Informativo conta com:

Dr. Ana Panzo, psicóloga;

Pedro Santa Maria, jornalista e activista;

Pombalo Maria, comentarista;

Pedro Bila Pinto, Advogado;

 

Debate de Sábado da Rádio Ecclésia, 18 de Maio de 2024. Coordenação do Frei António Estêvão, técnica de João Bens e apresentação de José de Belém.

Data de Emissão: 18-05-2024 às 10:00
Debate informativo: Inteligência Artificial e a Sabedoria da Coração

Debate Informativo edição de 11 de Maio de 2024, o espaço de análise dos principais temas que marcaram o território nacional de Angola.

Tema: Inteligência Artificial e a Sabedoria da Coração

No âmbito, da vivência do tríduo ou da vivência do 50º dia mundial das Comunicações Sociais e Inteligência Artificial e Sabedoria do Coração, para uma comunicação plenamente humana, o Papá Francisco deixou algumas declarações sobre o assunto para este ano. 

A mensagem de Francisco para o Dia Mundial das Comunicações Sociais é dedicada ao tema da Inteligência Artificial e a sabedoria do coração. Segundo o Pontífice, “apenas recuperando uma sabedoria do coração é que poderemos ler e interpretar a novidade do nosso tempo e descobrir o caminho para uma comunicação plenamente humana”. 

Francisco inicia o texto, ressaltando que “a rápida difusão de maravilhosas invenções, cujo funcionamento e potencialidades são indecifráveis para a maior parte de nós, suscita um espanto que oscila entre entusiasmo e desorientação e põe-nos inevitavelmente diante de questões fundamentais: O que é então o homem, qual é a sua especificidade e qual será o futuro desta nossa espécie chamada Homo sapiens na era das inteligências artificiais? Como podemos permanecer plenamente humanos e orientar para o bem a mudança cultural em curso?”
 
Na sua mensagem, o Papá avança que a evolução dos sistemas da chamada «inteligência artificial», está a modificar de forma radical também a informação e a comunicação e, o que através delas, algumas bases da convivência civil. 
 
Segundo, o responsável da Igreja Católica, o facto refere-se a uma mudança que afecta não só aos profissionais, mas a todos, uma vez que a rápida difusão de maravilhosas invenções, cujo funcionamento e potencialidades são indecifráveis para a maior parte de nós, suscita um espanto que oscila entre entusiasmo e desorientação e põe-nos inevitavelmente diante de questões fundamentais.
 
O debate desta edição da Ecclésia aborda sobre esta mensagem deixada pelo Papá Francisco ao mundo.
 

Os convidados para esta edição do Debate Informativo conta com:

Irmã Elizabeth Coraza, missionária Paulina;

Alberto Cessimo, padre Católico;

Sebastião Panzo, comunicador Católico;

 

Debate de Sábado da Rádio Ecclésia, 11 de Maio de 2024. Coordenação do Frei António Estêvão, técnica de Nsiona Júnior e apresentação de Isidro Chiteculo.

Data de Emissão: 11-05-2024 às 10:00
Género(s): Debate
 
Debate informativo: Como melhorar as condições laborais dos trabalhadores na função pública e privada?

Debate Informativo edição de 04 de Maio de 2024, o espaço de análise dos principais temas que marcaram o território nacional de Angola.

Tema: Como melhorar as condições laborais dos trabalhadores na função pública e privada?

As normas internacionais do trabalho tratam do desenvolvimento das pessoas como seres humanos. Na declaração de Filadélfia de 1944, a Comunidade Internacional reconheceu que o trabalho não é uma mercadoria, ou um produto inanimado, como uma maçã, por exemplo, ou um aparelho de televisão que pode ser negociado pela maior lucro ou pelo menor preço.

O trabalho faz parte da vida quotidiana de todas as pessoas e é crucial para a dignidade, o bem-estar e o desenvolvimento de uma pessoa como ser humano. O desenvolvimento económico deve incluir a criação de empregos e condições de trabalho em que as pessoas possam trabalhar em liberdade, segurança e dignidade.

No seu todo, o desenvolvimento económico não é realizado por si só, mas para melhorar a vida dos seres humanos, as normas internacionais do trabalho existem e elas estão aí para garantir que o trabalho continua centrado na melhoria da vida e da dignidade dos homens e das mulheres. De modo geral, as condições de trabalho abrangem uma ampla gama de tópicos e questões, desde o tempo do trabalho até a remuneração, bem como as condições físicas e as exigências do foro mental existentes no local de trabalho.

 

Os convidados para esta edição do Debate Informativo conta com:

Padre Celestina Epalanga, representante da Comissão de Justiça e Paz da CEAST;

Francisco Jacinto, representante da Central Geral de sindicatos independentes E livres de Angola (CGSILA);

Bráulio Firmino, representante do Sindicato do Ministério das Pescas, Mar e Recursos Marinhos;

David Quinjica, represente do Ministério da Administração PúblicaTrabalho e Segurança Social.

 

Debate de Sábado da Rádio Ecclésia, 04 de Maio de 2024. Coordenação do Frei António Estêvão, técnica de Nsiona Júnior e apresentação de Esmeralda Chiaca Direito.

Data de Emissão: 04-05-2024 às 10:00
Género(s): Debate
 
Debate informativo: Os desafios da reconciliação em Angola nos 22 anos da paz

Debate Informativo edição de 06 de Abril de 2024, o espaço de análise dos principais temas que marcaram o território nacional de Angola.

Tema: Os desafios da reconciliação em Angola nos 22 anos da paz

As filosofias dos militares das Forças Armadas Angolanas (FAA) e das extintas Forças Armadas de Libertação da Angola (FALA), o então braço armado da Unita, assinavam em Luena, no Moxico, um acordo definitivo de paz depois de sucessivos tratados fracassados.

Nos anos passados ficavam décadas de guerra, traduzidas em milhares de mortos e feridos e ainda centenas de mutilados e índices de destruição de várias infraestruturas, iniciando-se assim um longo processo de reconstrução e reconciliação nacional.

Este ano, as duas décadas desde que se calaram as armas em Angola, foram celebradas as conquistas da paz nacional, sobre o lema: “4 de Abril, juntos pelo crescimento inclusivo do país”.

Numa mensagem pela efeméride, o Presidente da República, João Lourenço, enalteceu a normalização do funcionamento das instituições republicanas, ao defender que esta conquista tem permitido que se fortaleçam as bases do Estado Democrático e de Direito e se garanta a unidade nacional e também assegurar a defesa da soberania angolana.

Por outro lado, as declarações do Papa Paulo VI referem que o desenvolvimento é o novo nome da Paz que continua a servir para a actualidade. 

“A paz referida nestes termos tem um sentido mais amplo não se limita apenas a ausência de conflitos armados, quer seja a nível interno ou na esfera internacional”, ressaltou.

 

Os convidados para esta edição do Debate Informativo conta com:

Álvaro Chikuamanga, secretário geral da Unita;

Suzeth Antão, representante do MPLA.

 

Debate de Sábado da Rádio Ecclésia, 06 de Abril de 2024. Coordenação do Frei António Estêvão, técnica de Nsiona Júnior e apresentação de Esmeralda Chiaca Direito.

Debate informativo: A situação actual da reabilitação das estradas de Angola

Debate Informativo edição de 16 de Março de 2024, o espaço de análise dos principais temas que marcaram o território nacional de Angola.

Tema: A situação actual da reabilitação das estradas de Angola

De Janeiro a Outubro de 2023, a situação das estradas do país, registaram, segundo dados dos serviços que velam pela utilização rodoviária angolana,  12 mil e 69 fatalidade em acidentes de viação. Porém, alguns destes, provavelmente, são causados por via da má condução, predominante no território angolano, mas também há o registo do estado das estradas ter contribuído para estas mortes rodoviárias em Angola.

Por meio de um relatório, o Banco Mundial publica que no período pós-guerra, de 2002 a 2009, Angola gastou uma média anual de 2,8 mil milhões de dólares em reabilitação de estradas, ou seja, 2,8 biliões de Dólares, isto apenas de 2002 a 2009.

 Esse valor baixou para uma média de 2,1 mil milhões de Dólares nos dez anos seguintes, isto é, mais próximo da realidade actual.

Outros dados do Banco Mundial indicam que durante o período 2008 à 2017, o Governo Central Angolano gastou um total de 20 mil e 64 mil milhões de dólares na rede rodoviária Nacional, nas chamadas estradas fundamentais e complementares, ou as chamadas secundárias. Ou seja, cerca de 2,52 milhões de Dólares por quilómetros, o que indica um elevado custo unitário para a construção e reabilitação das estradas nacionais, em comparação com o custo unitário para construir uma nova estrada de duas pistas, que na faixa alta mundial é estimada em cerca de 0,8 a 0,10, para uma construção de alto padrão.

A considerar o montante Total das despesas do sector rodoviário durante este mês, Angola poderia ter acrescido um total de cerca de 25 mil 795 km de novas estradas. Isto é mais de 25.000 km na sua rede nacional, três vezes mais do que o cumprimento real da estrada de oito mil 200 quilómetros, reportados pelo INEA.

Durante o período 2008 a 2017, foram gastos em média cerca de 17,5 mil milhões de Kwanzas por ano, em estradas provinciais e terciárias, equivalente a 171 Milhões de Dólares num ano;

No entanto, a rede de estrada nacional está num estado visivelmente crítico, pois, tem estado em constante reabilitação, desde 2002 até a data actual, tendendo em atenção que foram e são gastos biliões para a sua inserção.

Além disso, Angola encontra-se na décima última posição na lista de competitividade Global de 2019, em termos de qualidade de rede rodoviária, na posição 136, de 141 países.

 

Os convidados para esta edição do Debate Informativo conta com:

José Alexandre, director-geral adjunto do Instituto Nacional de Estrada (INEA);

Sabino Vieira da Silva, representante da Associação dos Camionistas de Angola;

Edson Mauro, representante da Ordem dos Arquitectos de Angola.

 

Debate de Sábado da Rádio Ecclésia, 16 de Março de 2024. Técnica de Nsiona Júnior e apresentação de Sitombua Bento.

Debate informativo: A inserção social da mulher no meio rural angolano

Debate Informativo edição de 09 de Março de 2024, o espaço de análise dos principais temas que marcaram o território nacional de Angola.

Tema: A inserção social da mulher no meio rural angolano (A realidade social da mulher rural)

Em 2023, o Fundo das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) reconheceu avanços da inclusão da mulher rural em Angola, tidas pelo Governo angolano, através da transformação dos sistemas alimentares com mais e melhor inclusão das mulheres rurais.

O reconhecimento feito pela representante da FAO, em Angola, Gherda Barreto, durante a sua intervenção no 11º Fórum Nacional da Mulher do Meio Rural, enaltece o papel e o trabalho da mulher rural no desenvolvimento sustentável do país.

Esta edição do “Debate Informativo” da Rádio Ecclésia faz uma analogia daquilo que tem sido a real situação social da mulher angolana no meio rural, desde a sua actuação, desenvolvimento, necessidade e impoderamento sustentável na sociedade.

Em alusão ao mês Internacional da Mulher, para falar sobre o assunto em questão, o programa trouxe um elenco composto exclusivamente por senhoras.

As convidadas para esta edição do Debate Informativo conta com:

Isabel da Costa, representante do Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher;

Teresa Zumba, representante da Acção para o Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADA);

Esperança Pires, representante da Organização da Mulher Angolana (OMA);

Sofia Mossonguela, representante da Liga da Mulher Angolana;

Amélia de Almeida, psicóloga angolana.

 

Debate de Sábado da Rádio Ecclésia, 08 de Março de 2024. Técnica de Nsiona Júnior, coordenação do Frei António Estêvão e apresentação de Isidro Chiteculo.

Debate informativo: O Impacto da Nova Lei Geral do Trabalho na Vida dos Trabalhadores Angolanos

Debate Informativo edição de 02 de Março de 2024, o espaço de análise dos principais temas que marcaram o território nacional de Angola.

Tema: O Impacto da Nova Lei Geral do Trabalho na Vida dos Trabalhadores Angolanos.

A nova lei geral do trabalho, que foi aprovada na globalidade no ano passado, em Maio, entra em vigor no mês em curso e o seu processo de aprovação trouxe várias discussões e debates promovidos pelos sindicatos e não só, alegando-se que a lei não é justa para os Trabalhadores.

Esta edição do programa traz convidados que visam proporcionar melhor compreensão sobre o cumprimento e o impacto que a mesma trará no seio dos trabalhadores nacionais.

 

Fala sobre o assunto, os convidados:

Vacile Agostinho, representante do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS);

Domingos Palanga, representante da Central Geral de Sindicatos Independentes e Livres de Angola (CG-SILA);

Cleófas Venâncio, representante da Força Sindical;

Edvaldo Calitamba, a representar a Universidade Católica de Angola.

 

Debate de Sábado da Rádio Ecclésia, 02 de Março de 2024. Técnica de Nsiona Júnior, coordenação do Frei António Junior e apresentação de José de Belém.

Debate informativo: Resenha Mensal

Debate Informativo edição de 24/02/2024, Resenha Mensal, o espaço de análise dos principais temas que marcaram o mês de Fevereiro.

Tópicos:

Tempo de Quaresma dentro sociedade angolana cristã;

As centrais sindicais angolanas anunciaram uma greve geral na função pública para o mês de Março;

A subida da taxa de desemprego no último trimestre de 2023;

A subida dos preços dos produtos da cesta básica e a desvalorização do Kwanza;

As declarações dos Presidente da Unita durante a abertura do ano político 2024.

 

Fala sobre o assunto os convidados:

  • Padre Celestino Epalanga;
  • Albino Pakisi;
  • Machado Irmão;
  • Bartolomeu Milton;
  • Mário Sacussembe ;
  •  

Debate de Sábado da Rádio Ecclésia, 24 de Fevereiro de 2024. Técnica de Nsiona Júnior, edição e apresentação de Anastácio Sassembele.

Debate informativo: A credibilidade nos Exames de Acesso a Função Pública

Nesta edição do Debate Informativo (17/02/2024), analisou-se o seguinte tema:

  • Como garantir maior credibilidade nos exames de acesso a função pública

Convidados:

  • Soraia Kalunguela, fúncionária do Ministério da Educação;
  • Valdimira de Sousa, diretora nacional dos recursos humanos do Ministério da Educação;
  • Enelton Casemiro, administrador da ENAP.
PARTICIPANTES
Debate informativo: Processo de consulta pública para criação do código de imposto sobre o rendimento de pessoas colectivas

Nesta edição do Debate Informativo (10/02/2024), analisamos o seguinte tema:

  • Processo de consulta pública para criação do código de imposto sobre o rendimento de pessoas colectivas

Convidados:

  • Cristina Muengo, directora do Centro de Estudos Tributários da AGT
  • Pedro Fernandes, docente na cadeira de Planeamento Estratégico e Gestão Financeira
  • Lauro Campos, do Centro de Estudos da AGT
PARTICIPANTES
Debate informativo: A verdade histórica sobre o dia 04 de Fevereiro
PARTICIPANTES
Debate informativo: Centrais Sindicais convocam para Março grave geral na função pública

Resenha mensal que traz à análise os principais factos informativos que marcaram o mês de Janeiro
Os nossos comentadores residentes, já presentes para este exercício de cidadania e patriotismo.
Até perto das 12 horas estará em companhia do frei António Estêvão que coordena este espaço , tecnicamente assegurado por Nsiona Júnior , moderado por mim , Esmeralda Chiyaka Direiro
TEMAS EM ANÁLISE 27 DE JANEIRO DE 2024

– CENTRAIS SINDICAIS CONVOCAM PARA MARÇO GREVE GERAL NA FUNÇÃO PÚBLICA
– ASSOCIAÇÃO DE PANIFICAÇÃO E PASTELARIAS DE ANGOLA REJEITA ESCASSEZ DE TRIGO E EXORTA EXECUTIVO A TRAVAR EXPORTAÇÃO DO PRODUTO PARA ESTABILIZAÇÃO DO PREÇO DO PÃO
– SUPORSTA NEGLIGENCIA MEDICA EM QUE PAI ACUSA EQUUIPA MEDICA DO HOSPITAL PEDIATRICO DE SAURIMO , DE HEMOTRANSFUNDIR O SEU FILHO COM SANGUE ERRADO

– ATROPELAMENTO DE 11 PESSOAS NO SÃO PAULO , POR CARRO DESGOVERNADO CONDUZIDO POR UM SUPERINTENDENTE CHEFE DA POLÍCIA
– JOÃO PINTO É O NOVO INSPECTOR GERAL DA ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO EM SUBSTITUIÇÃO DE ÂNGELO TAVARES
– PROCURADOR TITULAR DE BENGUELA E PROCURADOR JUNTO DO SIC ACUSADOS DE TEREM FACILITADO ENTRADA ILEGAL DE CIDADÃOS ERITREUS EM TROCA DE AVULTADAS SOMAS DE DINHEIRO

– ESCOLTAS DA CÁPSULA DE SEGURANÇA DO JUIZ PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPREMO TERÃO SUPOSTAMENTE ARROMBADO, POR DUAS VEZES CONSECUTIVAS, A PORTA DO APARTAMENTO DO JUIZ DESEMBARGADOR JOÃO FRANCISCO, COM O PROPÓSITO DE DESALOJAR O MAGISTRADO DO IMÓVEL, POR SUPOSTAMENTE TE-LO ARRENDADO A UM CIDADÃO ESTRANGEIRO.

Data de Emissão: 27-01-2024 às 10:00
Género(s): Debate
 
PARTICIPANTES
Debate informativo: Como resolver os conflitos familiares na partilha da herança?

No debate deste sábado (20 de Janeiro de 2024), foi abordado o seguinte tema: Como resolver os conflitos familiares na partilha da herança?

Convidados:

  • Dr. Africano Kangombe, jurista
  • Isaac Neto, sociólogo
  • Joana Cardoso, técnica do Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher
PARTICIPANTES
Debate informativo: O impacto da nova divisão político-administrativa de Angola

Debate Informativo edição de 13 de Janeiro de 2024, o espaço de análise dos principais temas que marcaram o território nacional de Angola.

Tema: O impacto da nova divisão político-administrativa de Angola

De acordo com o governo, vai haver uma nova divisão político-administrativa no território angolano. As razões da proposta de lei da alteração da divisão político-administrativa dizem que a medida pretende levar várias comunas e distritos urbanos à categoria de municípios, de modo a permitir uma maior aproximação dos órgãos da administração local do Estado aos cidadãos, e com isso implementar uma maior capacidade de resposta aos seus problemas.

Por via do Ministério da Administração do Território, o executivo diz ter trabalhado num processo de auscultação pública para a referida proposta em todo o país. Esta deve ser entregue ao parlamento angolano nos próximos tempos.

A Divisão Político-Administrativa (DPA) trouxe numa primeira fase uma proposta de 20 províncias e 325 municípios, por via da divisão dos actuais territórios das províncias do Moxico e Cuando Cubango, em que se pretende levar 168 comunas e distritos urbanos à categoria de municípios, sendo que as províncias do Uíge, Malanje e Lunda Norte terão o maior número de comunas, tendo em vista a necessidade de aproximar ainda mais as populações, de acordo com o Executivo angolano.

Em relação às divisões das duas províncias acima mencionadas, pretende-se ter o Moxico a leste, com sede no Luena, ao passo que o Cuando Cubango, também dividida em duas, prevê-se o surgimento ao leste da província do Cubango, com sede em Menongue, e a Oeste, o Cuando, com sede em Mavinga.

Ainda assim, dúvidas e críticas não faltam, baseando-se fundamentalmente em questões relacionadas com os marcos geográficos definidos e ainda da toponímia.

Recentemente, soberanos do Moxico levantaram dúvidas sobre os reais motivos da nova divisão político-administrativa, com algumas vozes a dizer que a resolução do muitos problemas que afectam as populações angolanas podiam ser resolvidas com o surgimento das autarquias.

Em finais de Dezembro, o ministro de estado e chefe da casa civil do Presidente da República, Adão de Almeida referiu que do ponto de vista das designações, o processo da auscultação pública, feito localmente, foi decidido privilegiar a opção local, resultante da auscultação feita nos vários mecanismos ao nível da respectiva província.

A proposta sugere como o início da vigência da medida o ano de 2025, para que em 2024 seja possível preparar as condições necessárias para as unidades territoriais assumirem a nova condição, tal como a preparação do Orçamento Geral do Estado para essa novas unidades territoriais de 2025. A ideia, segundo Adão de Almeida, é permitir que as novas províncias e municípios passem a ter respaldo orçamental a partir de 2025.

O Governo pensa ainda o processo a ser implementado de forma fatiada, contemplam uma estratégia de implementação que vai privilegia as questões relacionadas com os recursos humanos para as novas províncias e municípios, bem com as questões ligadas as infra-estruturas necessárias a essas novas realidades.

Em relação às autarquias, o Ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República fez saber que o processo da nova divisão político-administrativa é diferente do primeiro, mas este podem ocorrer em simultâneo sem a possibilidade de haver interferências susceptíveis de um impedimento à dinâmica do outro.

O processo de alteração da divisão político-administrativa começou a sensivelmente dois anos, tendo obedecido na altura a um conjunto de indicações preliminares que previam ter incidência em cinco províncias do país, nomeadamente o Moxico, Cuando Cubango, Lunda Norte, Uíge e Malanje. E aí com as províncias objectos de subdivisão.

 

O Debate Informativo desta edição conta com os seguintes convidados:

Padre Celestino Epalanga, secretário-geral da Comissão de Justiça e Paz da CEAST;

Fernando Sacuaela Gomes, representante do Movimento Jovens pelas Autarquias;

Edgar Leandro, investigador associado do Observatório Político Português;

Ivan Mateus, professor de direito da Universidade Metodista de Angola.

 

Debate de Sábado da Rádio Ecclésia, 13 de Janeiro de 2024. Coordenação do Frei António Estêvão, técnica de Nsiona Júnior e apresentação de Esmeralda Chiaca Direito.

PARTICIPANTES
Debate informativo: Razões da dissolução de matrimónios em Angola

O nosso debate deste sábado foi sobre as razões da dissolução de matrimónios em Angola.

Convidados:

  • Dra. Joana Cortez Cardoso – técnica para as políticas familiares do MASFAMU
  • Paulino Soma – membro do Secretariado Nacional dos Leigos Católicos 
  • Sabina Soma  – membro do Secretariado Nacional dos Leigos Católicos
Data de Emissão: 16-12-2023 às 10:00
PARTICIPANTES
Debate informativo: O estado democrático e direitos humanos em Angola

O nosso debate deste sábado foi sobre o estado democrático e direitos humanos em Angola.

 

Convidados:

  • Guilherme Neves, presidente da associação Mãos Livres
  • Rafael Morais, pela SOS Habitat 
  • Bernardo Castro, pela Rede Terra
  • Avisto Bota, pela Omunga 
  • Serra Bango, pela AJPD
Debate informativo: Integração social da criança como desafio pastoral

O nosso debate deste sábado foi sobre a integração social da criança como desafio pastoral

 

Convidados:

  • Elisa  Gourgel – directora-geral adjunta do INAC
  • Padre José Saliqueva – coordenador nacional da pastoral da criança
  • Padre Augusto Samuel – delegado pela pastoral juvenial
  • Frei Joã0 Facatino – do centro Arnaldo Janssen
Data de Emissão: 02-12-2023 às 10:00
PARTICIPANTES
Debate informativo: Resenha Mensal

O nosso debate deste sábado foi sobre a Resenha Mensal

 

Convidados:

  • Machado Irmão
  • Mário Sacussembe
  • Albino Pakisi 
  • Padre Celestino Epalanga
  • Bartolomeu Milton 
Debate informativo: Como proteger os cidadãos dos efeitos destruidores da mina tradicional?

O nosso debate deste sábado foi sobre as minas tradicionais (talas).

Convidados:

  • Isaac Neto, sociólogo
  • Henriques Ramalho, médico 
  • Padre César Tecas Bunga, da diocese de Caxito
Data de Emissão: 18-11-2023 às 10:00
PARTICIPANTES
Debate informativo: A valorização dos percursores da independência de Angola

O nosso debate deste sábado foi sobre a valorização dos percursos da independência de Angola

Convidados:

  • Clarindo Caputo, pela UNITA
  • Lais Eduardo, pela FNLA
  • Nelson Bonavena, pela UCAN
  • João Baptista de Jovita, pela Universidade Lusíada
  • Laurindo Vieira, pela MPLA
Data de Emissão: 11-11-2023 às 10:00
PARTICIPANTES
Debate informativo: O papel do provedor de Justiça na resolução de problemas dos cidadãos

O nosso debate deste sábado foi sobre o papel do provedor de Justiça na resolução de problemas dos cidadãos.

 

Convidados:

  • Guilherme Neves, pelas Mãos Livres
  • Serra Bango, pela JPB
  • Frederico Batalha, pela Provedoria de Justiça
  • Domingos Henriques, pela Provedoria de Justiça
PARTICIPANTES
Debate informativo: Resenha Mensal

O nosso debate deste sábado foi a resenha mensal do mês de Outubro e foram abordados em estúdio os seguintes temas:

   – Os tumultos nas Lundas
   – Desafios da actual realidade angolana
   – A Assembleia Nacional chumbou a proposta de destituição do PR
   – Angola acolhe a 147ª Assembleia Geral da União Interparlamentar 
   – Guerra entre Israel-Hamas

Convidados:
   – Machado Irmão
   – Padre Celestino Epalanga
   – Macuaca de Assunção
   – Mário Sacussembe 

 

 

 

Debate informativo: Avaliação da implementação do programa de combate à pobreza

O nosso debate deste sábado 14 de Outubro de 2023 foi sobre implementação do programa de combate à pobreza à luz dos objectivos de desenvolvimento sustentável.

Convidados:

Marcos Lopes – técnico do Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher

Abílio Sanjaia – director de programas da ADRA

João Domingos – gestor de projectos da Development Workshop

 

 

PARTICIPANTES
Debate informativo: Processos de alfabetização em Angola (Desafios e oportunidades)

O nosso debate deste sábado 07 de Outubro de 2023 foi sobre os processos de alfabetização em Angola e os seus desafios e oportunidades

Convidados:

Kambolo Tiaka-Tiaka

Evaristo Pedro 

Eduardo Maveza 

Nelson Paulo 

 

 

PARTICIPANTES
Debate informativo: Resenha Mensal

O nosso debate deste sábado foi a resenha mensal de Setembro.

Padre Celestino Epalanga

Albino Pakisi

Machado Irmão

Mário Sacussembe

 

PARTICIPANTES
Debate informativo: Os desafios das alterações climáticas e as respostas para a resiliência

O nosso debate deste sábado foi sobre os desafios das alterações climáticas e as respostas para a resiliência.

O aumento da temperatura global, a acidificação dos oceanos, o aumento do nível do mar e o aumento da frequência e intensidade de eventos climáticos extremos são apenas alguns dos problemas causados pelas alterações climáticas.

Convidados:

José Silva – Ambientalista

Joana Janja – Coordenadora do Departamento de Justiça e Direitos Humanos do Mosaiko

Padre Celestino Epalanga – Padre e professor de Filosofia

 

 

PARTICIPANTES
Debate informativo: Como garantir a durabilidade das estradas em Angola?

O nosso debate deste sábado foi sobre a durabilidade das estradas em Angola.

Convidados:

Bernabé Raimundo, Engenheiro Civil

José Alexandre, Director-Geral Adjunto do INEA

 

 

PARTICIPANTES
Debate informativo: A profanação dos cemitérios e o respeito pelos cadáveres

O nosso debate deste sábado foi sobre A profanação dos cemitérios e o respeito pelos cadáveres.

Os cemitérios de Angola têm sido palco de escândalo, de actos de vandalização e de práticas sobrenaturais.

 

Convidados:

Mateus Rodrigues, sub-comissário

Padre Basílio Tchicale

Dr. Jeremias Agostinho, especialista em saúde pública

Rev. Rodé Mário

Dr. Paxe Pedro, psicólogo

 

 

 

PARTICIPANTES
Debate informativo: Os desafios da coabitação entre o poder tradicional e o poder autárquico

O nosso debate deste sábado foi sobre Os desafios da coabitação entre o Poder Tradicional e o Poder Autárquico.

Convidados:

Kambolo TIaka-Tiaka – Activista

Margareth Nanga – Professora universitária 

 

 

 

PARTICIPANTES
Debate informativo: Resenha Mensal

O nosso debate deste sábado foi a resenha mensal de Agosto de 2023.

Convidados:

Padre Celestino Epalanga

Bartolomeu Milton

Samuel Paquissi

Machado Irmão

 

 

 

Debate informativo: Os desafios da participação de actores não governamentais nos processos de desenvolvimento socioeconómico da região Austral de África

Debate Informativo com o tema: Os desafios da participação de actores não governamentais nos processos de desenvolvimento socioeconómico da região Austral de África.

 

Convidados:

Nelson João – faz parte do Comité Organizacional da cimeira dos povos da SADC.

Engrácia Marques – faz parte doInstitudo para a cidadania (Mosaiko).

 

 

PARTICIPANTES
Debate informativo: A estratégia Angolana sobre a Desnutrição

Debate Informativo com o tema: A estratégia Angolana sobre a Desnutrição

 

Convidado:

Adriano Manuel – Presidente do Sindicato Nacional dos Médicos

Data de Nascimento: 18 de julho 1965
Local de Nascimento: Luanda
Estado Civil: casado
Filhos: 5
Profissão: médico
Formação: Universidade Agostinho Neto, especialista em pediatria pelo Colégio de Pós-Graduação do Ministério da Saúde de Angola
Destino em Angola: Benguela, Lubango, Namibe

Lema de vida: Amar o próximo como a mim mesmo

 

 

Data de Emissão: 05-08-2023 às 10:00
PARTICIPANTES
Debate informativo: O pedido de destituição do Presidente da República e a convocação das primeiras autarquias em Angola

Debate Informativo com o tema: O pedido de destituição do Presidente da República e a convocação das primeiras autarquias em Angola

 

Convidados:

Bartolomeu Hamilton 

Agostinho Sicato  

Machado Irmão 

Mário Sakossengue 

 

PARTICIPANTES
Debate informativo: A alta dos preços, de bens e serviços e a desvalorização do Kwanza, soluções sustentáveis

A alta dos preços, de bens e serviços e a desvalorização do Kwanza, soluções sustentáveis

 

Convidado:

Vicente Soares – Engenheiro

Abraão Hungulo – Economista

PARTICIPANTES
Debate informativo: Os Desafios da Implementação das Autarquias em Angola na visão dos Jornalistas

Os Desafios da Implementação das Autarquias em Angola na visão dos Jornalistas

Convidados:

Andre Mussamo-Jornalista de O País, Presidente do MISA-ANGOLA

Coque Mukuta-Jornalista da Da Voz da America

Januário Marvão-Associação dos Comunicologos Angolanos

Machado Irmão-Representante da União dos Jornalistas angolanos

Supervisão do Anastácio Sassembele

Assistência técnica de Nsiona Jr.

 

 

Data de Emissão: 08-07-2023 às 10:00
PARTICIPANTES
Debate informativo: Resenha anual de 2022

O nosso debate deste sábado foi a resenha anual de 2022 começamos com o sector religioso varias factos marcaram a vida da igreja em angola e no mundo, no ano findo a comunidade católica acolheu novos bispos, sacerdotes e diáconos, enquanto celebrações de vida consagrada e novos professos marcaram 2022 para alem da caminhada sinodal. do sector religioso avançamos para o domínio social greves no sector da educação, saúde e justiça mereceram destaque neste ano bem como o alto índice de casos de violência contra menores.  do social para o político, o 2022 foi o ano de eleições gerais, para além deste assunto a agenda política foi igualmente marcada com discussões em torno da implementação das autarquias no país, divisão política administrativa e o combate a corrupção com mais pormenores; do politico para a cultura o retrato dos principais factos culturais que marcaram o ano 2022. como por exemplo o facto da união nacional dos artistas plásticos denunciarem a existência de igrejas que associam as obras de arte ao feitiço assim como o fenacult que foi destaque no centenário de neto; da cultura para o desporto a conquista de mais um troféu africano pela selecção nacional sénior feminina de andebol, no senegal e o recem terminado mundial de futebol no qatar conquistada pela argentina 36 anos depois; marcaram o ano. em nome de toda equipa despede – se os comentaristas machado irmão, bartolomeu milton, albino pakissi, padre celestino epalanga, sikato, mario e o siona júnior anastácio sasembele com os sinceros votos de festas felizes, boas entradas.

Data de Emissão: 31-12-2022 às 09:00
Género(s): Debate
 
Debate informativo edição de 17 de dezembro de 2022

Debate informativo deste sábado na rádio ecclesia abordou o tema: Aumento de preços de bens e serviços em época da quadra festiva. Convidados presentes foram Edna Capalo em representação do Ministério da industria e comercio, Jordão Coelho – presidente da ADIC, Adérito Mendes – Inspector da ANIESA, Job de Sousa – Economista.

Data de Emissão: 17-12-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Debate informativo edição de 19 de novembro de 2022

debate informativo deste sabado na rádio ecclesia abordou o tema: perante o aumento de mortes por acidentes de viação, como prevenir a sinistralidade rodoviária? estiveram no estúdio :

superintendente – chefe adriano do rosário – chefe do departamento de assessoria jurídica – direcção nacional de viação e transito . júlio pascoal – representante da ende. cambongo fernandes – ministério dos transportes – agencia nacional dos transportes. instrutor fernando domingos

Data de Emissão: 19-11-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Debate informativo: Como garantir as melhores condições para um ensino de qualidade nas nossas escolas?

debate informativo abordou o tema; como garantir as melhores condições para um ensino de qualidade nas nossas escolas? e contou com os seguintes convidados:

1-prof antónio jesus miranda  representante das escolas católicas de angola

2-soraya kalobguela-directora nacional da educação pré-escolar e do ensino primário da ministério da educação

3-pedro germano-secretário naacional para o intercâmbio do sinprof

4- francisco teixeira presidente do movimento estudantil de angola

Data de Emissão: 05-11-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Debate informativo, edição de 29 de outubro de 2022

Debate informativo desta semana na rádio foi em formato de resenha mensal dos assuntos políticos e sociais que Angola viveu durante o mês de Outubro de 2022. Para além dos convidados residentes como Albino Pakissi, Mario também estiveram presente para contribuir no estúdio principal da 97.5 o Jurista Bartolomeu Milton e o conselheiro da ERCA o Jornalista Machado Irmão.

Data de Emissão: 29-10-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Debate informativo edição de 22 de outubro de 2022

O debate informativo da rádio ecclesia deste sabado 22 de Outubro de 2022 promoveu uma mesa redonda sobre o papel dos missionários, que contou com a participação de vários missionários e missionárias.  Irmã Cirilheio Oliveira dos salesianos, Irmã Neid, Padre Luis Salesiano do Dom Bosco, Padre Belarmino das obras missionarias pontifícias e o leigo Sebastião Panzo.

Data de Emissão: 22-10-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Debate Informativo edição de 24 de Setembro de 2022

Debate informativo deste sabado foi uma resenha do mês de setembro de 2022 abordou sobre assuntos politicos, sociais e religiosa participaram os seguintes analistas residentes da radio ecclesia: Mário Sakossengue, Albino Pakissi, Machado Irmão e Bartolomeu Milton.

Data de Emissão: 24-09-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Debate informativo: que medidas devem ser tomadas diante as denúncias de perseguições, ameaças e intimidações após as eleições

o debate informativo deste sábado abordou sobre:que medidas devem ser tomadas diante as denúncias de perseguições, ameaças e intimidações após as eleições

os convidados foram fernando guelengue-jornalista, reverendo andré kangovi eurico-secretário-geral do ieca e o jurista bartolomeu milton

Data de Emissão: 10-09-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Debate informativo: como esforçar o espírito de tolerância e reconciliação entre os angolanos depois das eleições de 2022

Hoje foi mais um dia de debate informativo na rádio  Ecclesia, com tema: como esforçar o espírito de tolerância e reconciliação entre os angolanos depois das eleições de 2022.Os convidados apelaram prudência e responsabilidade dos políticos  e seriedade  instituições dos estado bem  como serenidade do povo que deve  orar neste momento sensível. Presente no debate Tomas de oliveira – Jurista – Docente universitário, Agostinho Sikato  – Politologo e o reverendo Vladimir Agostinho – CICA

Data de Emissão: 03-09-2022 às 10:00
Género(s): Debate
 
Debate informativo, edição de 27 de Agosto de 2022

O debate informativo deste sábado da rádio ecclesia abordou sobre: Eleições em Angola: Resultados provisórios atribuem maioria parlamentar ao MPLA com direito a governar nos próximos 5 anos, UNITA regista crescimento robusto, Bispos da CEAST apelam serenidade até a publicação final e definitivo dos resultados.

Data de Emissão: 27-08-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Debate informativo edição de 13 de Agosto de 2022

A rádio ecclesia abordou neste sábado no  debate informativo o tema problemática dos reclusos com penas expiadas nas cadeias do país.os convidados presente: procurador desidério mpengo em representação da procuradoria geral da republica e outro convidado foi guilherme das neves – presidente da associação mãos livres.

Data de Emissão: 13-08-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Mesa Redonda: As propostas do programa do Governo dos partidos candidatos as eleições 2022

Convidados:

MPLA-Celso Malavoloneka

PRS-Neves Nhamga

CASA CE- Jordão Coelho

APN-João de Andrade 

De realçar que foram convidados todos os Partidos Políticos 

Data de Emissão: 29-07-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Debate Informativo sobre o voto consciente

neste 17 de julho a ecclesia propõe reflectirmos em torno do  “ voto como  direito e dever cívico” 

 

o painel de hoje esteve assim composto pelos  convidados :

 

– albino sanjaia – economista e director da unidade de projectos e desenvolvimento da adra

 

– daniel makidi- majestrado do ministério publico e professor de direito eleitoral

-hermenegildo teotónio- advogado e colaborador do mosaiko

 

– nicolau  antonica- advogado e docente universitário

 

-machado irmão – jornalista, membro da erca e da uja

Data de Emissão: 16-07-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Edição 18 de Junho de 2022
 

Debate Informativo da rádio ecclesia Neste 18  de junho , Propõe o tema : atrasos no pagamento da divida pública. Convidados: luís manuel feliciano- associação angolana de comércio importação e exportação. avelino kiampuku – representante do mininisterio das finanças

Data de Emissão: 18-06-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Edição 4 de Junho de 2022
 

O debate de hoje na rádio Ecclesia abordou sobre a Protecção da criança: Avaliação do cumprimento dos 11 compromissos.

Os 11 compromissos são “a esperança de vida ao nascer”, a “segurança alimentar e nutricional”, o “registo de nascimento”, a “educação da primeira infância”, “a educação primária e formação profissional”, “ justiça juvenil”, “prevenção e redução do impacto do VIH/SIDA nas famílias e nas crianças”, “a prevenção e combate à violência contra criança, “a protecção social e competências familiares”, “a criança e a comunicação social, a cultura e o desporto” e “a criança no plano nacional e no orçamento geral do estado”.

Participou do debate representante:

  • Conselho nacional da acção social
  • Pastoral da criança
Data de Emissão: 04-06-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Edição de 21 de Maio de 2022
 

Debate Informativo da rádio ecclesia neste dia 21 de MAIO de 2022 Propõe reflectirmos em TORNO “ DOS AVANÇOS E RECUOS  D”AFRICA ”.

O painel de hoje está assim composto por( apresentar convidados ) :

 

-DR.OSVALDO MBOKO (professor universitário e especialista em relações internacionais)

– DR. JOÃO JOVITA (especialista em estudos africanos)

-o Jornalista e escritor FELIX MIRANDA

 

– Dr Sebastião Vinte Cinco especialista em desenvolvimento de África

Data de Emissão: 21-05-2022 às 00:00
Género(s): Debate, Informativo
 
Edição 14 de Maio 2022
 

 

Tema:

Princípios legais da campanha e da propaganda eleitoral

Convidados:

Carlos Jacinto/CASA CE

Gonçalo Bula/ PRS

Mihaela Weba/ UNITA

A poucos Meses das eleições actores políticos reforçam apelos para uma campanha política que não viole a lei. As representações políticas ao debate deste Sábado, defenderam ainda a necessidade de se acabar com vícios de fazer uso de bens públicos para alimentar interesses particulares em detrimento dos outros. O código de conduta eleitoral deve garantir um tratamento igual para todos actores políticos ao processo de Agosto. Jerónimo Domiano

A Propaganda política são as técnicas usadas pelos partidos e coligações de partido para a concretização da campanha eleitora. Carlinhos Jacinto, da CASA CE, aponta os princípios legais previstos relativos a campanha e a propaganda eleitoral.

Carlos Bula, do partido de renovação social diz que na propaganda política não está a questão do voto.

Para Mihale weba, da UNITA, a boa campanha eleitoral deve passar pelo cumprimento da lei para  garantir um tratamento igual de todas candidaturas ao processo que se vai concluir em Agosto com a realização das eleições Gerais.

Data de Emissão: 14-05-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Edição 7 de Maio 2022
 

Tema:

Revisão da Lei Geral do Trabalho

Convidados:

-Francisco jacinto/ CGSILA

-Viriato Bumba da/ UNTA

– Vacile Agostinho/ MAPTESS

-António Yanick Aragão/ Especialista em direito de trabalho

Data de Emissão: 07-05-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Edição 23 de Abril 2022
 

Tema: Partidos Políticos como impulsionadores do processo Democrático Eleitoral

Convidados:

PRS-Augusto Silva

UNITA-Ana Bela Sapalalo

PRA JÀ-Americo Chivukuvuku

CASA CE – José Tempo

FNLA-Donda Nzinga

Data de Emissão: 23-04-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Edição 2 de Abril 2022
 

Mesa redonda:

20 anos de Paz em Angola

Convidados:

Padre Celestino Epalanga

Rev. André Cangove

Anselmo condumula, representante da UNITA

Data de Emissão: 02-04-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Edição 19 de Março 2022
 

Tema:

“Como prevenir a violência sexual contra menores”

Convidados:

1-Carlinhos Zassala -psicólogo

2-Dr. Bruno-INAC

3-Moisés Senha-advogado

4-Ana Panzo-psicóloga

5-Mateus Rodrigues-polícia nacional

………………………….

O INAC diz que Luanda, Benguela, Namíbe, Huila e Huambo são as províncias com maior índice de casos de violência sexual contra menores

-há muitos relatos de mortes

-em dois meses foram registados cerca de 40 casos.

1-o que é violência sexual à menores

2-consequências de tais práticas

2-o que diz a lei sobre o fenómeno

-O que foi conquistado com o processo de reforma da justiça em matéria de violação sexual de um modo geral e da criança em especial

Em 2017, dizia Mota Liz aquando membro da Comissão da Reforma da Justiça e do Direito. QUE “No plano técnico a comissão cedeu à vontade e à sensibilidade da sociedade civil, que na altura gritou pelo agravamento das penas e de um modo geral as penas por crimes sexuais.

Alertando inclusive que aquelas pessoas que têm propensão para cometer crimes sexuais que se cuidem, porque quando este Código for aprovado a responsabilidade penal será muito agravada”.

Mota Liz chegou a dizer que o projecto, agora lei,, veio também resolver problemas velhos que se colocavam no anterior Código Penal, como por exemplo as questões que têm a ver com a pedofilia, o abuso sexual sobre rapazes, uma vez que a referência era apenas feita às meninas.

Recordámos que as duas leis, os novos Códigos Penal e de Processo Penal Angolanos entraram em vigor no dia 9 de Fevereiro de 2021, depois da sua aprovação em Janeiro de 2019.

Depois da aprovação, que aspectos devem ser alterados em matéria de agressão sexual?

1-zonas do país em que o fenómeno é tido como prática cultural

-casamentos com menores configuram abuso à menores

3-instituições para a prevenção de crimes do género

-casas de acolha aos ofendidos em caso de práticas provenientes da família ou outras pessoas próximas

4-pactos de sigilo familiar em casos de violação por um membro da família são puníveis?

5-pessoas detidas ou sob alçada da justiça por práticas de tais crimes/rácio homens e mulheres

-perfil dos agressores?

-instituições com maior propensão para o cometimento de tais crimes

6-crimes sexuais à menores cometidos por menores

7-a lei prevê a liberdade preventiva do agressor mediante pagamento de caução ou outras incumbências?

Data de Emissão: 19-03-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Edição 12 de Março 2022
 

Debate Informativo

Tema: Como reforçar a solidariedade em tempo de quaresma, pandemia, crise económica, financeira e mundial.

Participantes:

Director Nacional da Caritas em Angola, José Quintas

Irmã Lídia Gonzales, do instituto de colaboradoras do apostolado social (irmãs Icas)

Data de Emissão: 12-03-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Edição 19 de Fevereiro de 2022" Sínodo"

Toda a Igreja está convocada pelo papa Francisco a percorrer o caminho rumo ao Sínodo (Outubro 2023): “Para uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão”. Assim, ele “convida a Igreja inteira a se interrogar sobre um tema decisivo para a sua vida e a sua missão: “O caminho da sinodalidade é precisamente o caminho que Deus espera da Igreja do terceiro milénio”

Tema: O momento do Sínodo 

Sinodalidade é o esforço colectivo e a busca contínua de aprendermos a “caminhar juntos” como irmãos e irmãs que somos. É um jeito de ser Igreja pelo qual cada pessoa é importante, tem voz, é ouvida, capacitada e envolvida na realização da missão. Não se trata mais de estar uns sobre outros, mas de nos colocarmos entre iguais para juntos fazermos a experiência de fé, frente aos desafios internos e externos que se apresentam em nosso dia a dia.

A Igreja de Jesus Cristo, ao longo de sua história, concretizou muitos passos e aprendizado. Foi no Concílio Vaticano II (1962-1965), que se percebeu com clareza que o melhor jeito de ser e de caminhar, para bem cumprir a sua missão, é o “jeito sinodal”.

Não se trata de tarefa fácil, exige muita preparação e profunda conversão de todos ao projecto de Deus.

Data de Emissão: 19-02-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Edição 12 de Fevereiro de 2022
 

O Debate Informativo deste sabado 12 de Fevereiro de 2022 na rádio Ecclesia abordou o tema: Angola em ano eleitoral e as garantias para um processo eleitoral credível. Os convidados foram: Africano Pedro Cangombe representante da UNITA , Daniel Afonso, representante da FNLA , Luis Jimbi  do Observador Eleitoral e o Celso Malavolenque representou MPLA

Data de Emissão: 12-02-2022 às 00:00
Género(s): Noticiário
 
Edição de 05 de Fevereiro de 2022

debate informativo deste sábado na rádio ecclesia abordou o tema: 4 fevereiro de 1961, 4 de fevereiro de 2022, 61 anos depois que lições para os angolanos?

convidados:

2- ndonda nzinga – secretario porta-voz FNLA

– sapalo antónio – politico

– josé antónio chissala – director nac e protecçao social do ministerio da defesa nacional e veteranos da patria

Data de Emissão: 05-02-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Edição de 29 de Janeiro de 2022

Resenha mensal com os Analistas: Padre Celestino Epalanga, Olivio Kilumbo, José Nsumbo, Albino Pakissi.

Data de Emissão: 29-01-2022 às 10:00
Género(s): Debate
 
Edição 22 de Janeiro 2022
 

Tema: Questionamentos a volta da vacinação de crianças e adolescentes contra a Covid-19

Convidados:

Laurindo Viagem-UCAN

Poliganga Baião- Ministério da Saúde

Dr. Geremias Agostinho

António Ventura-AJPD

Data de Emissão: 22-01-2022 às 00:00
Género(s): Debate
 
Edição 15 de Janeiro 2022
 

Tema:

Reserva estratégica Alimentares dúvidas e desafios

Convidados:

– Eduardo Machado /Representante do Ministério da Industria e Comercio e coordenador da Comissão de Gestão do Interposto Aduaneiro Angola

-Luciano Luís/ Vice-presidente da AIA e representante na Província do Bengo  

-Jordão Coelho/Vice-presidente da ADIC

Data de Emissão: 15-01-2022 às 00:00
Edição de 18 de Dezembro 2021
 

Tema:

Actual Situação social das populações na Visão dos Deputados a Assembleia Nacional

Convidados:

Nsidiangane Mbimbi-UNITA

Alexandre Sebastião –CASA CE

Lindo Bernardo Tito –Deputado independente

Paulo de Carvalho-MPLA

Data de Emissão: 18-12-2021 às 00:00
Género(s): Debate
 
Edição de 11 de Dezembro 2021
 

Tema:

A violência contra a Mulher e o seu impacto no desenvolvimento da sua personalidade

Convidados:

-Ângela Marta Diamantino- rede de Mulheres

-Sílvia Mungongo- coordenadora do projecto de desenvolvimento e género da ADRA

-André Ngolome Ventura- representante da delegação provincial da Justiça e Direitos Humanos de Luanda

-Margarida Olissavo-PCA da ONG PIO XII

Data de Emissão: 11-12-2021 às 00:00
Género(s): Debate
 
Edição de 04 de Dezembro 2021
 

Convidados:

Onesimo Setukula- Instituto Angolano de Sistemas eleitorais

Antero Mário -Chefe de Departamento da Direcção Nacional da Administração local do Estado

Carlos Cambuta –ADRA

Sérgio Kalumbulo

Data de Emissão: 04-12-2021 às 00:00
Género(s): Noticiário
 
Edição de 27 de Novembro 2021
 

Análise dos temas em destaque no mês de Novembro 

Data de Emissão: 27-11-2021 às 00:00
Género(s): Debate
 
Edição de 20 de Novembro 2021
 

Debate Informativo 20 de Novembro 2021

 

Tema: Actual ambiente político em Angola com incidência na lei orgânica sobre as eleições gerais 

Convidados: Agostinho Camuango/Líder da JURA

Isidro Ventura- Politologo 

Africano Pedro- Jovem político 

Data de Emissão: 20-11-2021 às 00:00
Género(s): Debate
Tópicos(s): JURA, MPLA, Situação política em Angola, UNITA
Debate Informativo Edição de 12 de Novembro 2021

Tema: 25 anos da Promaica na Arquidiocese de Luanda

Fundada a 24 de Novembro de 1996 a PROMAICA em Luanda conta com mais de 15 mil mulheres, é o maior grupo feminino na Igreja Católica, procuram desenvolver acções de solidariedade para com os mais necessitados para além de formações que visam empoderar a mulher, em muitos casos vítima de violação doméstica.

Convidados: 

Maria Isilda Sabalamba- Coordenadora

Emília de Sousa – Vice Coordenadora

Josefa Kiluanje – Promaica Joven

Bernardo Jean-Movimento dos Esposos

Data de Emissão: 12-11-2021 às 00:00
Género(s): Debate
 
Debate Informativo 23 de Outubro 2021

Mesa Redonda: O papel e função da sociedade civil e em particular da comunicação social em contexto eleitoral

Um patrocínio da igreja Norueguesa

Moderação de Anastácio Sasembele

Convidados:

-Agostinho Sicato, politólogo e Director do centro de debates dos estudos académicos

-Machado irmão membro da Erca/ jornalista

Data de Emissão: 2021-10-23 10:00:00
Género(s): Debate
 
Debate Informativo 16 de Outubro 2021

Mesa Redonda: “Diálogo Inclusivo para o reforço dos valores da Paz e da Reconciliação”

Moderação de Cornélio Bento 

Convidados:

-Padre Celestino Epalanga-Comissão de Justiça e Paz

-Dr.Africano Gamboa-Procurador Geral Adjunto

-Comissário António Vicente Jinbe- Representante do MININT

-Dr. Wilson Adão -Docente da UCAN

Data de Emissão: 2021-10-16 02:34:00
 
 
PUB RADIO PLAY

Relacionados