Edição de 23 de Junho de 2022
 

Acesso a função pública deve mais rigorosa, deve Ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República

Estado estima recuperar, nos próximos cinco anos, 50 mil milhões de dólares retirados ilicitamente do erário público.

Exames nacionais piloto começaram hoje em todo o País.

Líderes dos 27 da União Europeia decidem hoje estatuto de candidato para Ucrânia

Ponto

Quinta-feira 23 de Junho. O Faustino Diogo edita as notícias, com técnica de Miguel Correia e Galacio Santana. Apresenta a Sílvio de Abreu.

Ponto

Boa tarde,

A modernização e digitalização da Administração Publica, é um dos maiores desafios do Estado, considerou hoje Adão de Almeida.

O ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da Republica, falava hoje em Luanda, durante a abertura da Conferencia Internacional sobre a Transição Digital da Administração Publica “Governo.AO”, onde avançou que o crescimento populacional, torna imperativo abandonar os moldes tradicionais em vigor actualmente.

RD-AAlmeida 2

Adão de Almeida reconheceu que a relação entre o Estado e o cidadão é marcada pela desilusão, relativa a qualidade dos serviços prestados.

RD-AAlmeida1

O ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da Republica, defendeu maior rigor no ingresso de quadros da máquina pública, quer em termos numéricos quanto em termos qualitativos.

RD-AALmeida 3

Ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da Republica, Adão de Almeida, esta manhã durante a abertura da Conferencia Internacional sobre a Transição Digital da Administração Publica “Governo.AO”

O Estado estima recuperar, nos próximos cinco anos, 50 mil milhões de dólares retirados ilicitamente do erário público, Segundo a directora do Serviço Nacional de Recuperação de Activos, da Procuradoria-Geral da República

Eduarda Rodrigues adiantou que desde o início da luta contra a corrupção no País foram efectivamente recuperados 5,2 mil milhões de dólares, parte em dinheiro e parte em património.

Para além deste valor, estão identificados e apreendidos no exterior do país activos no valor de 6 mil milhões de dólares, que aguardam por conclusão de processos em Angola, como explicou a directora do Serviço Nacional de Recuperação de Activos.

RD – EMingas 1

Eduarda Mingas que falava na sétima edição do Café de Ideias, promovido pelo Centro de Imprensa da Presidência da República, explicou que como parte do erário público obtido indevidamente saiu do País, a recuperação pela necessária cooperação internacional

RD – EMingas 2

Directora do Serviço Nacional de Recuperação de Activos, da Procuradoria-Geral da República, Eduarda Mingas.

Estado estima recuperar, nos próximos cinco anos, 50 mil milhões de dólares retirados ilicitamente do erário público.

Quatrocentos e cinquenta mil milhões de kwanzas foram já gastos com a implementação, há três anos, dos projectos da carteira do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

Segundo o secretário de Estado para as Autarquias Locais, Márcio Daniel, que falava no final da reunião da Comissão Interministerial para a Implementação do PIIM, dos dois mil setecentos e dez projectos inscritos no programa, cerca de dois mil e quarenta estão em execução nas 18 províncias do País.

RD-MDaniel 1

Márcio Daniel disse também que estão concluídos e pagos 590 projectos e até ao final do ano espera-se concluir mais 812 projectos.

RD – MDaniel 2

Secretário de Estado para as Autarquias Locais, Márcio Daniel, que falava no final da reunião da Comissão Interministerial para a Implementação do PIIM, realizada ontem.

Publicidade

Dois mil e cem alunos começaram hoje a realizar exames nacionais piloto em todo o País, que vão avaliar alunos da sexta a décima segunda classe, nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

Segundo o secretário de Estado para o Ensino Secundário, Gildo Matias, 37 centros de exames estão envolvidos no processo.

RD – GMatias 3

O responsável disse que estes exames vão permitir analisar todas acções que têm sido implementadas, para o desenvolvimento do sistema de ensino nacional.

RD – GMatias 1

O secretário de Estado para o Ensino Secundário avançou ainda que os exames nacionais vão ser generalizados nos próximos anos.

RD – GMatias 2

Secretário de Estado para o Ensino Secundário, Gildo Matias, quando falava a TPA, sobre os exames nacionais pilotos, que arrancaram em todo país e envolvem dois mil e cem alunos.

Ponto

A FNLA deverá formalizar hoje a sua candidatura às eleições gerais de 24 de Agosto, depois de falhar a entrega ontem, como estava inicialmente agendado.

Ainda hoje está também prevista a formalização da candidatura do partido Humanista, de Florbela Malaquias.

“Mulheres Unidas Para o Voto Certo”, é o tema da Mesa-Redonda que decorre hoje em Luanda promovida pela OMA, a organização feminina do MPLA e dedicada à trilogia, Comunicação Social, Mulheres e Processo Eleitoral.

A jornalista Paula Simons é a palestrante convidada do Encontro que se realiza no CEFOJOR, e defende a adopção de um ‘Jornalismo Pedagógico’, como factor de mobilização do voto feminino.

RD –PSimons 1

Nesta entrevista à LAC, Paula Simons diz também que o facto de metade do eleitorado chamado a votar no dia 24 de Agosto ser feminino, significa um acréscimo de responsabilidades da Comunicação Social devido ao histórico angolano.

RD – PSimons 2

Jornalista Paula Simons, principal palestrante do encontro ‘Chá dos Mídia, Mulheres e o Processo Eleitoral’, que a OMA promove nesta quinta-feira nas instalações do Centro de Formação de Jornalistas.

Ponto

O secretário de Estado Para o Ensino Superior, Tecnologia, Ciência e Inovação disse hoje que o Plano Estratégico das Incubadoras, visa a realização de mudanças que conduzam a geração de negócios futuros e, servirá como um guia para orientar e assegurar o funcionamento integrado

 

Domingos Neto, falava durante a cerimónia de apresentação dos resultados da parceria entre o Ministério do Ensino Superior, Ciência, e Tecnologia e Inovação e Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), dos últimos anos

RD – DNeto 2

O Secretário de Estado avançou também os objectivos e o Plano Estratégico das Incubadoras Universitárias.

RD – DNeto 1

Secretário de Estado Para o Ensino Superior, Tecnologia, Ciência e Inovação, Domingos Neto.

O representante do PNUD em Angola, EDO STORK, destacou o papel da diversificação económica e o seu desenvolvimento.

RD- EStork 1

EDO STORK, destacou ainda o potencial de agro-indústria no País.

RD- EStork 2

 

O Representante do PNUD, realçou também o Programa de Reconversão da Economia Informal que permitiu a formalização de 200 mil informais.

RD – Estork

Representante do PNUD em Angola, Edo Stork

Ponto

Os líderes dos 27 da União Europeia vão decidir hoje sobre o processo de candidatura da Ucrânia ao bloco europeu, no arranque de uma cimeira em Bruxelas dominada pelo alargamento, com a guerra como pano de fundo.

Num Conselho Europeu de dois dias antecedido de uma reunião de líderes da União Europeia e dos países dos Balcãs Ocidentais os chefes de Estado e de Governo dos 27 vão debruçar-se sobre as recentes recomendações da Comissão Europeia relactivamente aos pedidos de adesão apresentados pela Ucrânia, Moldova e Geórgia já depois de a Rússia ter invadido o território ucraniano, em 24 de Fevereiro passado.

No entanto, o primeiro-ministro albanês, Edi Rama, aconselhou a Ucrânia a “não se iludir” com promessas de adesão à União Europeia, adiantando que o seu país aguarda há oito anos a luz verde dos 27.

O secretário-geral das Nações Unidas manifestou tristeza pelo “terramoto mortífero” que atingiu o leste do Afeganistão na quarta-feira, causando a morte de mais de mil pessoas.

“Fiquei triste ao saber da trágica perda de vidas causada pelo terramoto que atingiu o Afeganistão”, lamentou António Guterres, num comunicado divulgado pelo gabinete do secretário-geral da ONU.

“Centenas de pessoas foram mortas e feridas, e esse número trágico pode continuar a aumentar”, disse o português.

Mais de mil pessoas morreram e 1.500 ficaram feridas, na quarta-feira de madrugada, no sismo de magnitude 5,9 na escala aberta de Richter.

A ex-dirigente de Myanmar Aung San Suu Kyi foi transferida hoje para o complexo penitenciário da cidade Naypidaw, anunciou hoje a Junta Militar no poder após o golpe de Estado do ano passado.

Inicialmente sabia-se apenas que Aung San Suu Kyi, que se encontrava em prisão domiciliária, tinha sido transportada para um estabelecimento prisional, mas que não tinha sido identificado.

Data de Emissão: 23-06-2022 às 12:30
Género(s): Noticiário
 
PUB RADIO PLAY

Relacionados